Durante a presidência de Reagan um espiã…

Por Dejovu em

Durante a presidência de Reagan um espião americano do mais alto nível é enviado a Cuba para fazer um relatório da situação interna do pais com vista a elaborar medidas para a liquidação da revolução.
O espião percorre todo o pais, fala com toda a gente, e passado algum tempo envia o seguinte relatório:
“Situação muito contraditória. Não há desemprego, mas ninguém trabalha. Ninguém trabalha, mas as normas de produção são ultrapassadas. As normas são ultrapassadas, mas não há nada nas lojas. Não há nada nas lojas, mas toda a gente tem tudo. Toda a gente tem tudo, mas todos se queixam. Todos se queixam, mas toda a gente está com Fidel.”

Autor: Autor Desconhecido

Categorias: Regiões e Raças

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.