Correção Ortográfica

Por Dejovu em

Tarde da noite, o sujeito ia passando perto de um cemitério quando ouve:
– Pléc, pléc, pléc…
Acelera o passo, mas o barulho parece aumentar.
– Pléc, pléc, pléc…
Curioso e assustado, estica o pescoço por sobre o muro e vê um homem com uma talhadeira e um martelo sentado em um dos túmulos, talhando a lápide.
– Puxa – murmura, aliviado. – O senhor me pregou um susto e tanto!
– Desculpe – responde o homem, e continua o trabalho.
– Afinal, o que o senhor está fazendo? – torna a perguntar o sujeito.
– Estou corrigindo o meu nome… escreveram errado na lápide!

Autor: Autor Desconhecido

Categorias: Humor Negro

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.