Um náufrago de sorte

Por Dejovu em

Depois de um ano de trabalho duro, Vladmir saiu de férias e resolveu viajar em um caríssimo cruzeiro marítimo. Depois de duas semanas de viagem, o navio naufragou e somente ele e mais seis mulheres conseguiram se salvar, nadando até uma ilha deserta.

-x-x-x-x-x-x-

Passada uma semana, todas as mulheres queriam transar com ele e, diante desse terrível problema, Vladmir resolveu fazer uma proposta:

— Cada dia da semana eu transo com uma de vocês!

Sem opção, as mulheres aceitaram a proposta.
Na segunda-feira Vladmir transava com a Renata. Na terça com a Júlia. Na quarta com a Fabiana. Na quinta com a Cláudia, na sexta com a Michelle e no sábado com a Patrícia.

-x-x-x-x-x-x-

No domingo ele descansava porque ninguém é de ferro! Depois de alguns meses nessa massacrante rotina, ele estava pescando e avistou um outro sujeito dentro de um pequeno barco, vindo em direção à ilha. Então ele pensou “Beleza! Agora eu vou poder dividir as mulheres com aquele cara! Vai sobrar mais tempo pra descansar!”.

-x-x-x-x-x-x-

Vepois de alguns instantes o sujeito chegou até a praia e Vladmir se apressou em ajudá-lo a descer do barco. Quando o novo visitante encostou na água deu um tremendo grito:

— Aaaaaaai, que horror!!! Que água mais gelada! Cruzes!!!

Vladmir, decepcionado, resmungou:

– Puta que o pariu… Lá se vai o meu domingo!!!

Autor: Autor Desconhecido

Categorias: Azarados

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.