Para pensar

Por Dejovu em

Um homem recebeu, certa vez, a visita de alguns amigos.

-“Gostaríamos muito que nos ensinasse aquilo que aprendeste todos esses anos”, disse um deles.

-“Estou velho”, respondeu o homem.

-“Velho e sábio”, disse outro.

-“Afinal de contas, sempre te vimos rezando durante todo esse tempo.

-O que conversas com Deus?

-Quais são as coisas importantes que devemos pedir?”

O homem sorriu.

-“No começo, eu tinha o fervor da juventude, que acreditava no impossível. Então, eu me ajoelhava diante de Deus e pedia para que me desse forças para mudar a humanidade. Aos poucos, vi que era uma tarefa além das minhas forças. Então, comecei a pedir a Deus que me ajudasse a mudar o que estava à minha volta.”

-“Nesse caso, podemos garantir que parte de seu desejo foi atendido”, disse um dos amigos. “Seu exemplo serviu para ajudar muita gente.”

-“Ajudei muita gente com meu exemplo. Mesmo assim, sabia que não era a oração perfeita. Só agora, no final da minha vida, é que entendi o pedido que devia ter feito desde o início.”

-“E qual é este pedido?”

-“Que eu fosse capaz de mudar a mim mesmo.”

Autor: Paulo Coelho

Categorias: Reflexão

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.