O monge e os dois turistas

Por Dejovu em

No alto do planalto do Tibete, um turista encontra um monge Zen e pergunta-lhe: “Diga-me como é a cidade de onde você vem?”

O monge responde:

“Como era aquela que você acabou de deixar?”

“Ts’ien-fo-tang?…Muitos vestígios belos do passado, mas com pessoas sujas, feias, pouco hospitaleiras e malcheirosas.”

“Muito bem! se você está indo para Touen-Houang, infelizmente acho que você também vai encontrar pessoas sujas, malcheirosas e pouco hospitaleiras e que fedem a cinquenta metros de distância.”

Ao chegar perto de Ts’ien-fo-Tang o monge encontra no caminho outro turista que lhe faz a seguinte pergunta:

“O senhor, tão sábio e culto, deve conhecer a cidade de Touen-Houang?”

“É a cidade de onde eu venho”, respondeu o monge.

” E como são as pessoas de lá?”

“Como são aquelas da cidade que você acaba de sair?”, pergunta o monge.

“Maravilhosas, muito delicadas…Foi dificil sair da cidade para continuar a minha viagem.”

“Ah! Aqueles da próxima cidade de Touen-Houang vão parecer ainda mais maravilhosos. Boa viagem e que Deus o acompanhe para todo o sempre!”, respondeu o monge.

Do livro: Aprenda a Liderar com a Programação Neurolingüística

Autor: Pierre Longin

Categorias: Metáforas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.