Apenas Mulher

Por Dejovu em

Um olhar que ilumina,
no sabor mistura fina,
de exótico manjar,
que transmite no beijar,
com ares de moça menina,

seu sorrir me contamina,
seu perfume me domina,
fragrância que alucina,
fazendo desabrochar,
cheiro de rosas no ar……

Traz no corpo o poder,
de fazer ensandecer,
um macho desavisado,
e deixar-lhe aprisionado,
por sua ímpar beleza,
seu semblante de leveza,
que traduz a realeza,
em seu modo delicado,
que me deixa cobiçado,
de se entregar sem pudor,
num pleno ato de amor……

É fêmea experiente,
e com seu jeito carente,
me cativa à revelia,
transmitindo euforia,
quando seus dedos me tocam,
massageando provocam,
ereções incontroladas,
tão viris e desregradas,
que me deixam alucinado,
num tesão descompassado,
a gemer feito um ferido,
com o sexo dolorido,
tamanha a rigidez,
exposta pela avidez……

Adora subjugar,
ao fazer-me implorar,
que diminua as carícias,
ou percebo irei gozar,
e ela mais que esperta,
se expõe sobre a coberta,
a chamar-me com a mão,
dona da situação,
ditando as regras do jogo,
para apagar esse fogo,
que se alastra em turbilhões,
provocando convulsões,
de prazeres poderosos,
em orgasmos grandiosos……

Utiliza-se de malícia,
para aumentar a lascívia,
quando sente que a pressão,
dos sexos em união,
está se agigantando,
com o clímax que vai chegando,
e passa a sussurrar,
palavras de arrepiar,
até sentir-se banhada,
com a gruta inundada,
pela seiva incolor,
expelida com vigor,
resultante do amor,
que nos fez extasiados,
tendo os ventres besuntados……

Mas esse vulcão ativo,
muito ardente e criativo,
não é para um qualquer……

É tão doce quanto bela,
ninguém sabe o nome dela,
a chamo apenas mulher……

Autor: José Cardoso

Categorias: Desejos e Erotismo

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.