Curtas

Amar é

Autor: Júlia Dantas

Amizade tem que ser regada a cada encontro. Casamento tem que ter de renuncia a cada dia Família tem que ser nutrida em todo tempo. Amar é regar, nnutrir e renunciar.

Por Dejovu, Há
Curtas

O tempo

Autor: Júlia Dantas

O tempo foi feito para ir sempre em frente… Então passa, passa e passa. Mas em cada tempo Existem momentos, pessoas, situações. Porém coisas grandes não se vão com o tempo. Ficam na lembrança. Amizade é coisa que sobrevive ao TEMPO.

Por Dejovu, Há
Curtas

Novelas…

Autor: Cristiane Galvão

De dramas já basta o que vivemos ao passar pelas ruas e ver pessoas pedindo nas calçadas, crianças que estão raquíticas nos sinais pedindo uma moeda para comprar sei lá o que, ver idosos abandonados pela família em um asilo que recebe ajuda de pessoas caridosas. Drama também é ver Ler mais…

Por Dejovu, Há
Curtas

Uma lágrima ou um sorriso.

Autor: Paulo Master

A menina virou uma linda mulher, deixou de ser garotinha, agora ela tem que viver seus sonhos, seus anseios de felicidade, ela agora busca outros horizontes, um lugar para eternizar seus desejos outrora escondidos, mas que aos poucos vêm se revelando, ela agora precisa assumir seus erros e acertos e Ler mais…

Por Dejovu, Há
Curtas

Confissão

Autor: Paul Géraldy

Eu bem sei que, ciumento, exigente, impulsivo, Irritado, infeliz por coisas tão banais, Eu vivo a provocar discussões sem motivo… Mas eu amo tão mal porque eu amo demais. E atormento você, e persigo… Você havia de ser melhor amada e mais feliz também, Se não fosse você a minha Ler mais…

Por Dejovu, Há
Curtas

Dúvida

Autor: Paul Géraldy

Você diz: “Eu penso apenas em você”. Mas pensa em mim muito menos que no amor. E diz: “Meus olhos magoados que vivem só de desejo passam horas acordados quando me deito”. Mas sua alma é mais satisfeita do que louca. Você pensa mais no beijo que na boca. Você Ler mais…

Por Dejovu, Há
Curtas

Ternura e Loucura

Autor: Paul Géraldy

A gente vive e padece lado a lado, no entanto não se parece quase nada. Basta uma rusga comum, um atrito, para pôr entre nós um infinito! Parecemos estar loucos de ternura; mas, basta que cesse um pouco tal loucura, para que os dois se tornem inimigos … Se você Ler mais…

Por Dejovu, Há
Curtas

Conhecer alguém

Autor: Martha Ina

Queria conhecer alguém A quem pudesse me entregar Que me mostre que a vida É muito mais do que chorar Esse alguém deve ser do bem Deve me fazer sonhar Trazer paz e alegria E comigo caminhar Não precisa ser valente Mas precisa me amar

Por Dejovu, Há
Curtas

Sonhos

Autor: Gena Leão

Um sonho não pode ser sonhado acordado… Sonho acordado São projetos almejados… Planejados; ACORDADOS… Acordos, não são sonhos Sonhos são desejos ou medos mais profundos da alma onde estão guardados os segredos sonhos são o carinho de nós pra nós mesmo como é bom sonhar… acordado, dormindo, refletindo, vivendo e Ler mais…

Por Dejovu, Há
Curtas

Esse amor

Autor: Gena Leão

Esse amor tão varonil tão infantil… Esse amor tão puro tão inseguro… Esse amor tão meigo tão sem defeito… Esse amor tão magico tão sonhado… Amor esperado Amor apaixonado Esse amor… é o amor encantado.

Por Dejovu, Há
Curtas

Amizade

Autor: Gena Leão

Amizade é tudo de mais gratificante Que possa existir na nossa vida É amor sem ressalvas É amor sem reservas É a alegria profunda da alma Com a certeza do encontro esperado Do amor encantado Dos seres alados.

Por Dejovu, Há
Curtas

Observar Apenas

Autor: Gena Leão

Se pudéssemos analisar tudo que nos acontece, com os olhos de observador apenas… Como acharíamos defeitos em nossas ações… Como poderíamos adicionar melhores coisas… Melhores sentimentos… Melhores pensamentos… A vida passa tão rápida que não percebemos o tempo perdido, o tempo de renovação, de mudanças dentro de nós.

Por Dejovu, Há
Curtas

Destino

Autor: Gena Leão

Às vezes a gente cai em uma Armadilha do destino… Sabendo que tá caindo… Se deixando levar… Querendo e ao mesmo tempo Morrendo de vontade de não cair; Toda queda traz a confirmação De um desequilíbrio,e isso É a verdadeira prova das Provações terrenas.

Por Dejovu, Há
Curtas

O PIPOQUEIRO

Autor: Rubens Jardim

O pipoqueiro é o alquimista do milho. Com a carrocinha e o fogo, ele penetra no âmago das substâncias onde se agitam forças reais e forças imaginadas. Ele transforma uma porção inerte e alaranjada em um elixir branco saltitante mágico.

Por Dejovu, Há
Curtas

Poema do Avesso

Autor: Rubens Jardim

O que há em mim é a lenta preparação do que há em ti sombra segada sangrada e sagrada até nos olhos dos meninos que nasceram sem olhos vidência única (vide o verso) visão múltipla (vede o inverso) e tudo que está do outro lado do espelho.

Por Dejovu, Há
Curtas

Diz que me ama

Autor: Sandra Mello-Flor

Deixa-me em teus braços em silêncio E minhas mãos a percorrer teu corpo a te descobrir Encanta-me fascina-me arrasta-me para junto a ti Me faz caricias coloca-me no teu colo e me beija Deixa-me aninhar em ti me olha no riso de amar Embala-me bem de mansinho no teu respirar Ler mais…

Por Dejovu, Há
Curtas

Amadurecer?

Autor: Laine RDS

Pensando bem acho que já me comformei com tudo Acho que estou crescendo. Um pouco tarde mas estou. Resolvi mudar o rumo Tomar jeito E amadurecer. Mas é melhor eu parar de falr antes que eu mude de ideia.

Por Dejovu, Há
Curtas

Crepúsculo

Autor: Rosalva

Sinta a magia do entardecer A caricia do vento suave de verão Observe a beleza do céu De um azul alaranjado É quando o dia se despede sorrindo E a noite chega cantando É quando nesse poema minúsculo Tenho a ousadia de tentar retratar O fenômeno chamado crepúsculo

Por Dejovu, Há
Curtas

Fórmulas

Autor: Clarice Lispector

Não me dêem fórmulas certas, por que eu não espero acertar sempre. Não me mostrem o que esperam de mim, por que vou seguir meu coração. Não me façam ser quem não sou. Não me convidem a ser igual, por que sinceramente sou diferente. Não sei amar pela metade. Não Ler mais…

Por Dejovu, Há
Curtas

Destino

Autor: Rosi Angelo

Quando Amo!!! Amo De Verdade… Sentimento Verdadeiro… Amo Minha Família, Meus Amigos, Meus Animais… Sentimentos Distantes, Mas Próximos De Afetos… Coração Sofrido, Que Busca, Ás Luzes Mais Brilhantes, Sempre Acesas Em Outros Corações… Esse Amor Sem Interesse Material. Um Amor Espiritual… Sabendo Amar… E Sabendo Deixar… Alguém O Amar.

Por Dejovu, Há
Curtas

Minha alma poema

Autor: Sandra Azevedo Mello

Quando tu me lês Tu lê minha alma, que antes solitária Dou ela a vida em poemas E te trago a ti toda enfeitada Perfumada e bela, ora chorosa! Ora em plena alegria vida Minha alma poema

Por Dejovu, Há
Curtas

Flor a noite

Autor: Sandra Azevedo Mello

À noite eu abro as pétalas E tomo banho com o orvalho Deixo meu perfume enlouquecer a vida E vai com o vento atravessando mares A encontra teu corpo a te possuir À noite eu abro as minhas pétalas E meu perfume vai embriagar tua alma

Por Dejovu, Há
Curtas

Apaixone-se

Autor: Sandra Azevedo Mello

Faz bem à alma a pele A vida é bela apaixone- se Não escolha muito se apaixone. E quando se apaixonar cultiva o amor, Seja suave e loucamente doce Apaixone-se vai sorrir com a vida

Por Dejovu, Há
Curtas

Analisar-me…

Autor: Sandra Azevedo Mello

Não posso Sei muito pouco de mim Não paro pensar no meu eu em mim Sei o que os outros me dizem Não gosto desta que comentam Um tanto temperamental e silenciosa Mas por vezes dura no falar não gosto Um tanto comum, pois conseguem analisar… Acho que eles não Ler mais…

Por Dejovu, Há
Curtas

Borboletas

Autor: Sandra Azevedo Mello

Sou flor onde borboletas posam E levam com elas um pouco de mim E com isso renasço em outros canteiros Não a mesma flor, mas parte de mim. Não levam com elas, estas borboletas. As minhas pétalas, meu desabrochar. Tão pouco meu brilho, que ao sol. eu deixo num doce Ler mais…

Por Dejovu, Há
Curtas

Sem Requintes

Autor: Sandra Azevedo Mello

Eu te quero assim sem requintes Entre a minha razão e minha loucura Exageradamente neste teu jeito Malicioso que me fascina Que me deixa sem jeito quando te olho E vejo-te a percorrer meu corpo Fazendo-me sonhar e ficar inquieta Não fujas de mim beija-me suave Saboreia-me em pequenos goles Ler mais…

Por Dejovu, Há
Curtas

Palaras de um poeta

Autor: Felipe Francisco Teixeira

Hoje chove o dia é tão belo igual a um dia de sol Eu falando bobagens que nunca são escritas em um papel Apenas faladas no momento para se curtir Pois em minha opinião palavras são escritas para explicar o explicável E não para o que é inexplicável Como um Ler mais…

Por Dejovu, Há