Torne-se um madrugador…

Por Dejovu em

A loucura da cidade, a correria do trabalho, os dias quentes e longos, stress, o cansaço…

O barulho do dia, a agitação do começo de uma noite…

Torne-se um madrugador da semana…

A madrugada trás o silêncio. Em seu véu negro permite que pensamentos circulem livremente e encontrem respostas para seus questionamentos.

A madrugada quente, que nos permite ter pensamentos mais densos, onde analisamos nossos problemas e encontramos as soluções que pareciam tão difíceis.

A madrugada fria, que nos proporciona o relaxamento completo, o desligamento de pesos. Aquela em que sorrimos ao lembrar de grandes e pequenas coisas.

Abra a janela do quarto, olhe o céu, fixe-se no movimento das folhas, no ir e vir de carros, no canto das corujas e grilos. Escute a voz da escuridão. Ela não é tão assustadora. Por viver na noite, tem muita experiência sobre os perigos da vida.

Torne-se um madrugador de fim de semana…

Pegue o carro e dirija sem um destino certo. Divida sua atenção entre o volante, e as pessoas que caminham. Brinque de imaginar o pensamento das outras pessoas. Coloque-se no lugar de quem está caminhando sozinho.

Pare em algum lugar bem movimentado. Peça um drinque e observe. Penetre em cada olhar, em cada rosto. Decifre cada sorriso, cada cara amarrada. Escute com o coração as conversas que conseguir ouvir. Analise os casais, analise os solteiros. Aprenda em silêncio a mágica de estar sempre rodeado de bons e maus exemplos.

Torne-se um madrugador…

Entenda que a madrugada carrega em seus ombros todos os acontecimentos do dia de todas as pessoas, e veja como seus problemas são pequenos.

Ouça o barulho da madrugada. Silêncio… Aprenda que é mais sábio quem ouve mais e fala menos.

Pense que na madrugada existem pessoas em hospitais, velórios, acidentes… E se veja dentro da tranqüilidade de seu lar. Sorria por ainda ter a oportunidade de ver à madrugada.

Compreenda que a madrugada é solitária, e precisa de alguém pra conversar. Sem ouvir nada, perceba que o silêncio de um olhar fala muito mais do que mil palavras.

Relembre as madrugadas que passou em claro, mas que não foram utilizadas para aprender. Recorde os travesseiros molhados, os olhos inchados, o aperto no peito… Sorria por ter passado essa fase. Tudo passa.

Torne-se um madrugador…

Use o dia para realizar, à noite para conversar e a madrugada para refletir. Se todos tirassem uma hora que seja da madrugada para fazer um balanço à gente viveria menos angustiado.

Torne-se um madrugador…

Acenda um cigarro, tome um cálice de vinho ou ouça uma música que goste. A madrugada mesmo parecendo triste quer fazer as pessoas felizes.

Torne-se um madrugador, e perceba que o céu é mais bonito à noite. Trabalhe seus pensamentos na madrugada para que aos poucos você se torne uma pessoa mais bonita.

Torne-se um madrugador…

Durma com a sensação de alívio, como ter tirado uma dúvida em sala de aula…

Torne-se um madrugador, para que o dia amanheça mais colorido.

Autor: Rafaela Paes de Campos

Categorias: Crónicas e Textos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.