Em minhas mão (prove o veneno)

Por Dejovu em

Em tempo, em tempo eu cruzo com você por ai,
Em tempo, em tempo te vejo passeando
Quando passa por mim abaixa a cabeça,
É remorso ou sei lá eu,
Do que fez,
Do que fez, Ah….

Em minhas mãos,
segurei a raiva de sua traição
Em minhas mãos,
Arranquei tudo o que me fez de mal,
E nem tudo ainda foi embora
Não o que fiz
Você errou feio
Agora sabe disso
Não vou te perdoar
Tem vergonha, remorso
Você esta cada dia pior
E confesso que isso
Me faz sorrir
Muito obrigado

Não sou má, como anda dizendo por ai
Sou apenas perversa,
Porque?
Queria que eu te sorrisse e te abraçasse
Vivêssemos felizes para sempre
Te perdoando e “engolindo” Sapo
Não mesmo

Em minhas mão
Ah…
Isso me faz tão bem
Ah…
Você pode sentir
Ah…
Adoro venenos lentos
Amores revoltados
Sim…
Estou no meio dessa lista
Ah…
Em minhas mão
Sofra mais um pouco…
Prove mais um pouco…
Faça eu chegar lá como você nunca fez….
Ah…
Em minhas mãos.

Autor: Nirvaska

Categorias: Amor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.