Virtude os meios ama, odeia extremos; / Extremos são no mundo ou erro…

Por Dejovu em

Virtude os meios ama, odeia extremos; / Extremos são no mundo ou erro ou culpa. / Do mesmo que abrilhanta a Humanidade / Longe, longe, ó mortais, o injusto excesso!

Autor: Manuel Bocage

Categorias: Sentimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.