Sereno e Verso

Por Dejovu em

Quando uma nuvem sonolenta cobre a Lua Cheia
apagando a luz interna do sereno,
eu furo a noite com o verso
e sinto a manhã escorrer nas minhas mãos…

Autor: Mauricio da Costa Batista

Categorias: Sentimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.