Se os homens, que a providência enobreceu com o diadema do génio e…

Por Dejovu em

Se os homens, que a providência enobreceu com o diadema do génio e com a realeza da inspiração, não devessem por instinto amar a liberdade, os tempos e as nações em que ela chega um dia a dominar, lhes ensinariam por nobres exemplos a segui-la por egoísmo e a venerá-la por gratidão

Autor: José Latino Coelho

Categorias: Sentimentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.