Às vezes, por amor à humanidade, abraça-se um ser qualquer (porque…

Por Dejovu em

Às vezes, por amor à humanidade, abraça-se um ser qualquer (porque não se pode abraçar toda a gente): mas é precisamente isto que não se deve revelar ao tal ser qualquer…

Autor: Nietzsche

Categorias: Sentimentos

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.