Sendo um homem da aldeia, sempre fui visto como um deles. No…

Por Dejovu em

Sendo um homem da aldeia, sempre fui visto como um deles. No trabalho, no desporto, nas inaugurações. Comia sempre na cantina da empresa e sempre dei muita importância à promoção da educação durante a vida, para garantir a equidade rigorosa quando chegava a hora das avaliações profissionais.

Autor: Belmiro Azevedo

Categorias: Reflexivas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.