Sempre com mais medo ao escrever. É incompreensível. Cada palavra…

Por Dejovu em

Sempre com mais medo ao escrever. É incompreensível. Cada palavra torcida nas mãos dos espíritos ? este torcer de mãos é o seu gesto característico ? torna-se numa lança que se volta contra o orador. Muito especialmente uma observação como esta. E assim «ad infinitum». A única consolação seria: acontece quer gostes quer não. E o que gostas não serve de nada. Mais do que consolação: também tu tens armas.

Autor: Franz Kafka

Categorias: Reflexivas

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.