Quem se recusa o prazer, quem se faz de monge, em qualquer sentido, é…

Por Dejovu em

Quem se recusa o prazer, quem se faz de monge, em qualquer sentido, é porque tem uma capacidade enorme para o prazer, uma capacidade perigosa ? daí um temor maior ainda. Só quem guarda as armas à chave é quem receia atirar sobre todos.

Autor: Lispector

Categorias: Reflexivas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.