Crónicas e Textos

Passos

Autor: Flávio Souza

Quando se sentir perdido, lembre-se: todos sonham quando criança, então, resgate esta criança que está dentro de você e transforme seus sonhos em uma meta. Quando o caminho a sua frente parecer longo e difícil, lembre-se: as mais longas trajetórias começam com um primeiro passo, então, dê o primeiro passo. Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Você tem culpa?

Autor: Flávio Souza

A culpa é um sentimento que se apresenta à nossa consciência quando valorizamos demais nossas falhas, erros e imperfeições. Uma autocobrança, um autojulgamento e uma autocondenação quando avaliamos nossos atos de maneira infundada e altamente negativa. Tornamos-nos algozes de nós mesmos. São muitas as pessoas que se transformam em um Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

VENCER

Autor: Flávio Souza

Vencer é transformar um sonho em objetivo escrito e mensurável. Traçar cada meta e buscá-la sempre, até atingi-la. Vencer é ter coragem de no meio do nada, acreditar que pode tudo e fazer acontecer. Vencer é apesar de tudo que possa acontecer, acreditar nas pessoas e saber que por de Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Celular premiado

Autor: Walter Monteiro

A noite se aproximava velando o céu com matizes cinza e, lá longe, no encontro do horizonte e a montanha, os clarões anunciavam tempestade. Seria mais uma noite de chuva forte. Desviei o olhar do céu e caminhei pelo corredor em direção ao salão; ao passar pelo chalé, avistei dona Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

O homem ideal

Autor: Maria Paula Alvim

A canção Super-Homem foi composta quando Gilberto Gil era hóspede na casa de Caetano Veloso, no Rio. Um dia, Caetano narrou a história do filme Superman, que ele acabara de assistir. Gil viu o filme através da narrativa de Caetano e não conseguiu dormir, impressionado com a imagem do Super-Homem Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Um dia no hospital

Autor: Walter Monteiro

Acordei com a claridade do sol no rosto, rolei na cama e tentei reconciliar o sono, mas em vão. Levantei, abri a janela e olhei o céu; estava lindo, sem nuvens, tão azul que desejei ir à praia. Rapidamente fui ao banheiro, escovei os dentes, tomei banho e quando olhei Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Timidez

Autor: Rita Apoena

— E você, por que desvia o olhar? (Porque eu tenho medo de altura. Tenho medo de cair para dentro de você. Há nos seus olhos castanhos certos desenhos que me lembram montanhas, cordilheiras vistas do alto, em miniatura. Então, eu desvio os meus olhos para amarrá-los em qualquer pedra Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Trair, ação em movimento

Autor: Luis Dutra

Gerúndio é todo verbo que possui a terminação “ndo”. São usados em ações que estão em andamento mas não foram concluídas. Trair é infinitivo, trai ndo é gerúndio, e nesse caso, não estamos lidando apenas com uma análise gramatical. Trai ndo … O que de fato é isso? Cair na Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

De mãe para mãe

Autor: Walter Monteiro

(Cenas extraídas de uma carta real) Dona Matilde acordou com o mesmo cansaço de sempre: dor nas costas, as pernas doloridas e uma tristeza à beira da depressão. Rolou preguiçosamente na cama, pegou o controle remoto, sobre a mesinha de cabeceira e ligou a televisão, trocando os canais até o Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Apenas uma Garota

Autor: Nirvaska

Sou apenas uma garota e não seu brinquedinho, posso parecer frágil mas mexa comigo para você se surpreender. Apenas uma garota sim, e não quer dizer que você vai passar por cima de mim como se eu fosse um qubra molas. Sim uma garota e aonde eu passar irão se Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Koé tio

Autor: Walter Monteiro

KOÉ TIO… Juliana estava deitada no sofá toda encolhida, as pernas dobradas e os joelhos encostados nos ombros. Uma posição defensiva para quem não quer papo com o mundo. Passei por ela devagarzinho e fui me sentar no sofá à sua frente. O ambiente estava tenso e só na cozinha Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Dando as regras

Autor: Luis Dutra

“Eu quero um namorado, não um dono.” Uma grande amiga me disse apenas isso como justificativa para o fim do seu namoro de seis meses. Se doeu, feriu, deu raiva ou alívio, ela não detalhou, mas foi o suficiente pra que eu entendesse que sua liberdade é a maior prioridade Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Aqui e agora

Autor: Luis Dutra

Há algum tempo atrás, existia o namoro, noivado e o casamento. Era tipo um jogo de tabuleiro, porém às duplas: você começava no namoro, então avançava um pouco e noivava. Reuniam-se parentes, dinheiro e coragem, então se fazia o casamento. Em alguns casos pulava-se o noivado, mas o final era Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Poligamia

Autor: Luis Dutra

Recentemente, recebi vários e-mails pedindo pra falar sobre relacionamentos. Antes de entrar nesse assunto batido, complexo e cabeludo, adianto: não vim aqui apontar os 10 segredos d um relacionamento perfeito, nem comentar que hoje em dia ninguém quer nada sério ou que a busca por princípios estáveis é burrice. Vim Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Keep Control

Autor: Luis Dutra

Sim, eu corro atrás. Ninguém tem tanto interesse em querer as coisas como eu. Dou o braço a torcer sim, e daí? Enterrei na adolescência aquele medo de pensarem que estamos correndo como se fosse realmente algo ruim. Uma coisa é correr, outra é insistir sem resultado. Numa conversa rápida Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Velha conhecida

Autor: Luis Dutra

Sinceramente, tenho uma dificuldade enorme pra chorar. Aquele choro externo, lágrimas mesmo. Isso não sei fazer… Quando vejo que a situação tá limite, que já to que é água por dentro e que preciso escoar elas, recordo de coisas tristes. É tirar uma tristeza nova por um duto antigo. Lembranças, Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Mil acasos

Autor: Luis Dutra

Existem dias em que qualquer dica é válida: um chá milagroso diante de uma indisposição, uma rota “desconhecida” que não pega tranqueira em véspera de feriado… Nesse grupo existem as simpatias e o grande e tão “místico” horóscopo. Hoje resolvi ver meu mapa astral e, coincidentemente, muita coisa bateu, mas Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Por trás das palavras

Autor: Luis Dutra

Noite de sábado. Chuva e frio combinam quase que perfeitamente para uma noite de sono tranquila, se não fosse minha insistência em ficar acordado. À primeira vista, tudo bem, mas a partir das 23:00, noto que o tédio já se instalou em mim e no meu quarto. Ligo a TV, Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Hipócrita

Autor: Robson Costa Guimaraes

Um coração quebrantado perante todo egoísmo humano, Se vestem de uma falsa bondade, Hipócritas! Eu sou hipócrita, Vc é hipócrita! É sim, vc ta sendo um hipócrita em torcer o nariz para essa leitura, Com essa cara de piedade que vê um coitado na rua, ao ver a violência,Ao ver Ler mais…

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Quem é você?

Autor: Helena Martins Daniel

Quem é você? Que me força um olhar malicioso, me seduz, possui com os olhos e consegue me abrir sem que eu ofereça resistência? Quem é você? De onde vens? Para onde vais? Te peço… Leva-me contigo? Moras na inexistência, por isso não existes, não falastes e nem ao pouco Ler mais…

Por Dejovu, Há