Metáforas

O Rei Alfredo

Autor: William J. Bennett

Na Inglaterra, há muitos anos, reinava um monarca chamado Alfredo, homem sábio e justo, foi um dos melhores reis que o país já teve. Até hoje, séculos depois, ainda é conhecido como Alfredo, o Grande. A época do seu reinado era de dias difíceis para a Inglaterra. O país foi […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

O preço de uma semente

Autor: William J. Bennett

Um marido não queria mais viver com a mulher e resolveu se divorciar. Mas o casal tinha um filho recém-nascido, e tanto o pai quanto a mãe queriam ficar com o bebê. Foram consultar o juiz e a mulher argumentou: – Carreguei a criança no ventre nove meses. Amamentei-o em […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

O peito do pintarrocho

Autor: William J. Bennett

Lenda indígena americana narrada por Flora Cooke Há muitos e muitos anos, numa região muito fria do extremo Norte, existia apenas um fogo. Um caçador e seu filho tomavam conta de uma fogueira, mantendo-a acesa dia e noite. Sabiam que, se o fogo se apagasse, as pessoas morreriam congeladas e […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

O pãozinho

Autor: William J. Bennett

Há muitos anos, houve uma grande fome na Alemanha, e os pobres sofriam muito. Um homem rico, que amava crianças, chamou vinte delas e disse: – Nesta cesta há um pão para cada um de vocês. Peguem e voltem todos os dias, até passar esta época de fome. Vou lhes […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

o morro

Autor: William J. Bennett

– Não consigo subir nesse morro – disse o menininho. – É impossível. O que vai me acontecer? Vou passar a vida inteira aqui no pé do morro. É terrível demais! – Que pena! – disse a irmã. – Mas olhe, maninho! Descobri uma brincadeira ótima! Dê um passo e […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

O moinho mágico

Autor: William J. Bennett

Em Apolda, contam, há um moinho mágico. Sua aparência é de um enorme moedor de café, mas gira de baixo para cima, e não de cima para baixo. Duas grandes barras formam as manivelas, com as quais dois fortes serventes mantêm o moinho em movimento. E que tipo de grão […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

O mandarim e o alfaiate

Autor: William J. Bennett

Um dia um homem recebeu a notícia de que acabara de ser nomeado mandarim. Ficou tão eufórico que quase não se conteve. ¾ Serei um grande homem agora ¾ disse a um amigo. ¾ Preciso de roupas novas imediatamente, roupas que façam jus à minha nova posição na vida. ¾ […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

O homem que dizia a verdade

Autor: William J. Bennett

Antigamente, reinava na cidade de Siracusa, na Sicília, um tirano cruel e vaidoso chamado Dionísio. Vivia cercado por uma corte de bajuladores, que não se atreviam a dizer senão elogios, embora o criticassem duramente pelas costas. Uma das vaidades de Dionísio era se considerar poeta. Não perdia uma oportunidade de […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

O homem que comia nabos no jantar

Autor: William J. Bennett

Na Roma antiga, vivia um cônsul chamado Manius Curius. Em tempos de guerra, era um general incomparável, e um grande estadista em períodos de paz. Mesmo assim, morava numa pequena cabana. Sua comida e suas roupas eram simples, seus pertences eram poucos, e suas necessidades eram mínimas. Sua honra brilhava […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

O carneirinho perdido

Autor: William J. Bennett

Baseada em Lucas 15:3-7 A mãe ovelha amava seu carneirinho da mesma forma que sua mãe amava você. Era um filhote pequenino, de perninhas finas e com muito pouca lã ainda. Passava a noite no ovil, dormindo aconchegado no calor da lã de sua mãe. Passava o dia mordiscando a […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

O bem mais precioso

Autor: William J. Bennett

Há muitos e muitos anos, um rapaz e uma moça se apaixonaram e resolveram se casar. Quase não tinham dinheiro, mas não ligavam para isso. A confiança mútua gerava a fé num belo futuro, desde que tivessem um ao outro. Assim, marcaram a data para se unir em corpo e […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

O amigo de um amigo de um amigo

Autor: William J. Bennett

(Folclore Árabe) Um dia, um amigo que adorava caçar veio visitar Djuha. – Trouxe para você este coelho que acabei de pegar – disse orgulhoso, ao entrar na casa. – Vai dar um belo almoço. Djuha ficou muito feliz; preparou um excelente guisado e sentaram-se para o banquete. Logo no […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

Lindas mãos

Autor: William J. Bennett

À beira de um riacho, algumas mocinhas conversavam, contando vantagens de suas lindas mãos. Uma delas mergulhou as mãos na água cintilante, e as gotas que caíam de suas palmas até pareciam diamantes. – Olhem como minhas mãos são lindas! A água corre nelas como jóias preciosas – disse ela, […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

Homem suficiente para o trabalho

Autor: William J. Bennett

Este incidente se passou durante a primeira guerra americana, quando um oficial mandou seus soldados cortarem algumas árvores para fazerem uma ponte. Não havia homens suficientes, e o trabalho progredia muito lentamente. Um homem de aparência imponente, que estava passando a cavalo, falou com o oficial responsável quando este dava […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

Como usar as palavras

Autor: William J. Bennett

Certa vez, uma jovem foi ter com o bom homem, São Filipe Neri, para confessar seus pecados. Ele já conhecia muito bem uma de suas falhas: não que ela fosse má, mas costumava falar dos vizinhos, deduzindo histórias sobre eles. Essas histórias passavam de boca em boca e acabavam fazendo […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

As Codornas

Autor: William J. Bennett

Fábula budista, que faz parte do grupo de histórias budistas conhecido como Contos Jataka. Há tempos um bando de mais de mil codornas habitava uma floresta da Índia. Seriam felizes, mas temiam enormemente seu inimigo, o apanhador de codornas. Ele imitava seu chamado e, quando se reuniam para atendê-lo, jogava […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

A Verdade, a Mentira, o Fogo e a Água

Autor: William J. Bennett

Há muito tempo, a Verdade, a Mentira, o Fogo e a Água estavam viajando e chegaram a um rebanho de gado. Discutiram o assunto e chegaram à conclusão de que seria melhor dividir o rebanho em quatro partes iguais para que cada um pudesse levar consigo uma quantidade igual de […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

A pedra no caminho

Autor: William J. Bennett

Conta-se a lenda de um rei que viveu num país além-mar há muitos anos. Ele era muito sábio e não poupava esforços para ensinar bons hábitos a seu povo. Frequentemente fazia coisas que pareciam estranhas e inúteis; mas tudo que fazia era para ensinar o povo a ser trabalhador e […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

A fortuna e o mendigo

Autor: William J. Bennett

Um dia, um mendigo esfarrapado estava se arrastando de casa em casa, carregando uma malinha velha; em cada porta, pedia alguns centavos para comprar comida. Queixava-se da vida, imaginando por que as pessoas que tinham bastante dinheiro nunca estavam satisfeitas, sempre querendo mais. – Por exemplo, o dono desta casa […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

A cidade dos resmungos

Autor: William J. Bennett

Era uma vez um lugar chamado Cidade dos Resmungos, onde todos resmungavam, resmungavam, resmungavam. No verão, resmungavam que estava muito quente. No inverno, que estava muito frio. Quando chovia, as crianças choramingavam porque não podiam sair. Quando fazia sol, reclamavam que não tinham o que fazer. Os vizinhos queixavam-se uns […]

Por Dejovu, Há
Metáforas

A Linha Mágica

Autor: William J. Bennett

“Era uma vez uma viúva que tinha um filho chamado Pedro. O menino era forte e são, mas não gostava de ir à escola e passava o tempo todo sonhando acordado. – Pedro, com o que você está sonhando a uma hora destas? – perguntava-lhe a professora. – Estava pensando […]

Por Dejovu, Há