Crónicas e Textos

Lembranças

Autor: Walter Monteiro

O velho estava sentado no sofá, olhar distante e ruminando pensamentos. De vez em quando alisava a cabeça, relaxava e adormecia, ressonando alto. Ao lado, sobre a mesinha, o telefone preto e à frente, a velha televisão e os programas sem graça, dos anos sessenta. Uma brisa movia a cortina […]

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Felizes na doença

Autor: Walter Monteiro

Não agüentava mais o calor e fui tomar banho no terraço. Abri o chuveiro, sentei no chão e deixei a água escorrer pelo corpo, até refrescar. Só percebi o cochilo quando o vizinho, com a cara no muro, gritou: – Pauloooooo! Atende logo esse telefoneeeee! Levantei zonzo, fechei o registro, […]

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

O bebum e as roseiras

Autor: Walter monteiro

Eram seis horas de uma manhã fria e o sol, suavemente, aparecia no alto do morro do amor, aquecendo algumas casas humildes. Sentado na varanda, desviei o olhar da colina e passei a observar o quintal: o mato ao redor das roseiras e a buganvília com seus galhos compridos e […]

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Turismo caseiro

Autor: Walter Monteiro

Uma boa terapia é, de vez em quando, ver a vida por outro prisma e olhar a cidade como se fosse à primeira vez. Reduz estresse, tem baixo custo e zera aborrecimentos. Seria mais ou menos como estivesse numa cidade estranha e saísse do hotel para conhecê-la. Vou dar um […]

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Feliz Ano Novo

Autor: walter monteiro

Feliz Ano Novo (seria cômico, se não fosse trágico) Minha mãe se estivesse viva, completaria 90 anos em 2008, mas infelizmente faleceu aos 69 anos. Morreu em março de 1987, de câncer, originado “não sei de quê”, surgido dois anos antes. Lembro de uma tarde, ao visitá-la, encontrei o grupo […]

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Celular premiado

Autor: Walter Monteiro

A noite se aproximava velando o céu com matizes cinza e, lá longe, no encontro do horizonte e a montanha, os clarões anunciavam tempestade. Seria mais uma noite de chuva forte. Desviei o olhar do céu e caminhei pelo corredor em direção ao salão; ao passar pelo chalé, avistei dona […]

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Um dia no hospital

Autor: Walter Monteiro

Acordei com a claridade do sol no rosto, rolei na cama e tentei reconciliar o sono, mas em vão. Levantei, abri a janela e olhei o céu; estava lindo, sem nuvens, tão azul que desejei ir à praia. Rapidamente fui ao banheiro, escovei os dentes, tomei banho e quando olhei […]

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

De mãe para mãe

Autor: Walter Monteiro

(Cenas extraídas de uma carta real) Dona Matilde acordou com o mesmo cansaço de sempre: dor nas costas, as pernas doloridas e uma tristeza à beira da depressão. Rolou preguiçosamente na cama, pegou o controle remoto, sobre a mesinha de cabeceira e ligou a televisão, trocando os canais até o […]

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Um dia no hospital

Autor: Walter Monteiro

Acordei com a claridade do sol no rosto, rolei na cama e tentei reconciliar o sono, mas em vão. Levantei, abri a janela e olhei céu; estava lindo, sem nuvens, tão azul que desejei ir à praia. Rapidamente fui ao banheiro, escovei os dentes, tomei banho e quando olhei o […]

Por Dejovu, Há
Crónicas e Textos

Koé tio

Autor: Walter Monteiro

KOÉ TIO… Juliana estava deitada no sofá toda encolhida, as pernas dobradas e os joelhos encostados nos ombros. Uma posição defensiva para quem não quer papo com o mundo. Passei por ela devagarzinho e fui me sentar no sofá à sua frente. O ambiente estava tenso e só na cozinha […]

Por Dejovu, Há