47290 Dejo...Vus


   Orkut

   RSS Geral

  Estamos no Hi5

 




Da soberania da privada

 

O banheiro é sem dúvida o ambiente mais imparcial que existe. É nele que as pessoas se sentem elas mesmas. Soltas... Relaxadas. Você não precisa contrafazer, muito menos ocultar nada. Existe certo respeito pelas pessoas que estão no banheiro. Já notaram?
- Cadê o João?
- Tá no banheiro.
Pronto! Ninguém mais comenta nada sobre o João. Ele está no banheiro. Ninguém interrompe. Ninguém perturba. O banheiro oferece a você um momento único. É você com você. Ninguém percebe, mas hoje em dia as casas possuem mais vasos sanitários do que gente dentro da residência. Cada um quer o seu próprio banheiro. Quer ter seu momento de libertação e sentir o maravilhoso estado de pureza que todos, todos mesmo, sentem ao adentrar no banheiro. Sem que alguém entre minutos depois e reclame da fragrância, da amálgama, da pasta de dente aberta. E para comprovar minha tese de que o banheiro é sem sombra de dúvida uma das partes mais importantes da casa, vou contar-lhes sobre uma matéria que li alguns dias atrás sobre a mais nova invenção da china. Bem, arquitetaram agora o maior banheiro público do mundo, com mais de seis mil metros quadrados. Diz um dos funcionários da grande construção que as pessoas saem do banheiro muito, mas muito felizes. A fachada é toda decorada com um rosto egípcio e uma música calma se espalha pelas mil privadas o dia inteiro. É a realidade. O povo gosta de um banheiro. Seja ele cheiroso tranqüilo ou até mesmo um banheiro público, fedido e movimentado. Dependendo da urgência, ninguém liga para o estado do banheiro. Deseja ele, mais que qualquer coisa. Em uma casa cheia, sem duvida o melhor cômodo, é o banheiro. Quer lugar mais tranquilo pra sentar e pensar? Tem gente que até leva livro ou jornal para o banheiro. É fato. A privada reina. É a soberana da casa. Já pensaram na carga de vida que esse orifício que você senta todos os dias carrega? É um buraco de cogitações densas. As pessoas se mudam, levam todos os móveis, deixam apenas a soberana. Esquecida na casa vazia, esperando pelo novo rei ou rainha que ocupará o trono sem ter noção da imponente acuidade que aquela coisa pequena, gelada e gloriosa tem. As pessoas só dão importância a “majestosa”, quando sentem o coração bater em outro lugar, se é que vocês me entendem. Vivem suas vidas tranquilas, mas em algum momento do dia, sentem aquela belíssima cólica intestinal e em seguida aquela tão conhecida bicada na roupa de baixo. Percebem que a situação é crítica e não conseguem pensar em mais nada, a não ser um esplêndido banheiro, com uma privada branca, brilhando, quase que sorrindo para elas. Naqueles momentos em que você transpira, suspira e se contrai de maneira cômica. Sabe? Aquela hora que você começa a andar com passos curtinhos, mas apressados. Como se estivesse em uma marcha atlética. Pilhérico demais. Lembrei-me agora de outra notícia bizarra que li na internet em um dia que nada tinha a fazer. Confesso que não consegui acreditar na matéria, mas não custa nada contar a vocês sobre a notícia. Em Uganda, um país africano, aconteceu que 100 pessoas foram presas por não terem banheiro em casa. Diz o chefe de polícia que as detenções foram feitas pelo fato de o país estar vivendo uma epidemia de cólera que já havia infectado 164 pessoas. Acredite se quiser. Hoje em dia, até preso você vai se não tiver um banheiro em casa. Eu acho graça. Mas deixando essa notícia peculiar de lado e voltando a soberana. Toda casa, (com exceção do país de Uganda, há-há.) tem um banheiro. Todo banheiro tem uma privada, e toda privada tem merda. Merda esta, que descarregamos todos os dias, assim como descarregamos nossa raiva. Eu defeco, tu defecas, ele defeca... Todos defecam. Não despreze seu banheiro, a qualquer instante você pode receber o tão conhecido “chamado da natureza”.
2009/04/19 enviada por Rafaela Debiasi Guesser

Autoria de Rafaela Debiasi Guesser
Mensagens de Crônicas e Textos

Enviar Este Texto

Enviar a alguém

De:  
Nome E-mail
 
Para:  
Nome E-mail
 
Nome E-mail
 
Nome E-mail
 
Nome E-mail
Pretendo registar e-mails de conhecidos na newsletter
Será enviado um link da página deste artigo para o e-mail que indicar como destino.

 

 

Votar

Avalie este artigo

 

 



Nome
E-mail

Este voto só ficará contabilizado depois de fazer clique no link que lhe será enviado já a seguir para o e-mail indicado. Como tal garanta que o seu e-mail está válido e operacional, se não receber o nosso e-mail verifique os seus filtros de SPAM, ou a caixa de Lixo/Trash do seu cliente de e-mail.

 

Comentar Texto

Faça um comentário

Comentário

Nome
E-mail

Este comentário só ficará válido depois de fazer clique no link que lhe será enviado já a seguir para o e-mail indicado. Como tal garanta que o seu e-mail está válido e operacional, se não receber o nosso e-mail verifique os seus filtros de SPAM, ou a caixa de Lixo/Trash do seu cliente de e-mail.